Notícias

Em delação, Cunha cita deputados que receberam para votar impeachment de Dilma

O Ministério Público Federal (MPF) aceitou parte da delação do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso em Curitiba desde outubro do ano passado.
 
De acordo com o colunista Ricardo Noblat, Cunha lista quais deputados receberam dinheiro para votar a favor da abertura do processo de impeachment contra a ex-presidente Dilma Rousseff.
 
Além dos nomes,  maioria deles do PMDB, o ex-deputado cita também as fontes pagadoras e implica o presidente Michel Temer. Segundo Cunha, ele mesmo em alguns casos atuou para que os pagamentos fossem feitos. 
 
O ex-presidente da Câmara e o MPF têm pressa em fechar acordo em torno do restante da delação. Se isso ocorrer, ela poderá servir de base para uma nova denúncia contra Temer. Bocao News

Categorias

Política




Classificados


Enquete



Mais Lidas