Notícias

Estiagem não dá trégua e Lagedo do Tabocal e Jaguarari entram em lista de afetadas

Lagedo do Tabocal, no Vale do Jiquiriçá, e Jaguarari, no Piemonte Norte do Itapicuru, tiveram decretos de emergência reconhecidos pelo Estado. As cidades, que sofrem com a estiagem, são as últimas até esta segunda-feira (11) que entraram na lista da Superintendência de Proteção e Defesa Civil estadual [Sudec].

 

Em Lagedo do Tabocal, a situação atinge toda a zona rural do município, 4,4 mil pessoas, ou 50% da população local de 8,8 mil moradores. Os dados foram informados ao Bahia Notícias pelo secretário de Administração, Álvaro Júnior, que é irmão da prefeita Mariane Fagundes (PSD).

 

Conforme o secretário, o Município tenta também a homologação do decreto pelo governo federal. "A gente aguarda agora que o Ministério da Integração Nacional também reconheça a situação de emergência que na verdade prejudica toda a população", afirmou Júnior ao BN. No município, os locais mais atingidos são os povoados de Morro das Rosas, Patos, Fazenda Nova, Angico, Povoado dos Peixes e Calembe.

 

Com a estiagem, a produção de maracujá e café estão abaixo do normal. "Neste ano mesmo, até agora, não tivemos colheita de café", diz. A condição de emergência em Lagedo do Tabocal vigora por 180 dias, tempo maior do que o despendido para Jagurari, 90 dias. O BN não conseguiu contato com a prefeitura de jaguarariense para saber mais da condição do município.


Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas