Notícias

Visibilidade era ruim no momento de acidente com catamarã, contou marinheiro

O incidente envolvendo um catamarã que fazia a linha Morro de São Paulo -- Salvador na manhã desta segunda-feira (11) deixou dois buracos no casco da embarcação e empenou um eixo. A informação é do marinheiro Marcio Alexandre, que estava no catamarã no momento do incidente segundo informações do Bahia Notícias.

 

"Viajo há 20 anos na linha. Como hoje, nunca tinha visto tanta baleia. A visibilidade, que não era boa, também ajudou. Quando a gente foi passando, a pancada foi na frente, o banco soltou, teve gente que chegou a cair e tudo", lembrou Alexandre. O incidente aconteceu na região da praia de Cacha-Prego.

 

Segundo ele, quando percebeu que o nível de água tava subindo na embarcação, ele e outros colegas desceram com balde, abriram duas janelas e ficaram tirando a água do catamarã. "A gente fez procedimento certo, pegou colete e botou em todo mundo. Desci, olhei o nível de risco, vi que dava pra ir levando. Pedi lancha pra ir, quando chegou deu mais segurança para o pessoal porque foi do lado acompanhando tudo", acrescentou.

 

Apesar do susto, os passageiros que estavam no catamarã que se chocou contra uma baleia nesta segunda-feira (11) se mantiveram tranquilos. A informação é da turista Ana Maria Gonçalves. Em conversa com a imprensa ao desembarcar no Terminal Marítimo de Salvador, a turista de São Paulo disse que não houve tensão nem nervoso.

 

"Espalharam os coletes... Depois que bateu, mas tudo bem fácil. O mar estava muito revolto", contou, lembrando que saiu de Morro de São Paulo - origem do catamarã - já passando mal. Ana Maria ainda elogiou a atuação da tripulação do catamarã e reforçou que não houve necessidade de trocar de embarcação. 


Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas