Notícias

Nova tarifa para visitantes de Morro de São Paulo ainda não tem data para entrar em vigor

O verão está chegando e um dos destinos baianos mais cobiçados por baianos e turistas do Brasil e do mundo, sem dúvidas, são as ilhas do Arquipélago de Tinharé, como Morro, Boipeba, Moreré e Garapuá. No entanto, ao que tudo indica, quem quiser visitar o local na alta estação já terá que pagar uma tarifa.

 

O valor pode variar entre R$ 15 e R$ 20 por pessoa, que vai depender do fluxo de turistas nas ilhas. Apesar da cobrança já ter sido aprovada pela Câmara Municipal de Vereadores, no dia 22 de agosto, através da Lei Complementar 515/2017, e publicada no Diário Oficial do Município, no último dia 15, o início da cobrança ainda não tem data para acontecer.

 

Conforme a prefeitura de Cairu, em contato com a reportagem do Bocão News, ainda estão sendo ajustadas "algumas questões operacionais para começar a cobrança". Ainda de acordo com a gestão municipal, a Tarifa por Uso do Patrimônio do Arquipélago (TUPA) não é a mesma Taxa de Proteção Ambiental (TPA), que foi derrubada em dezembro do ano passado, quando o Tribunal de Justiça da Bahia considerou inconstitucional a cobrança aos turistas.

 

A atual cobrança permitirá o turista use os diversos equipamentos públicos municipais, a exemplo dos terminais hidroviários, das praças, monumentos históricos entre eles, a Fortaleza de Tapirandu, a Fonte Grande, o Convento de Santo Antônio, o Farol do Morro de São Paulo, entre outros, e a própria APA Tinharé, que engloba, praias, piscinas naturais, rios e manguezais.


Categorias

Baixo Sul




Classificados


Enquete



Mais Lidas