Notícias

Após sobreviver a naufrágio com 19 mortos, homem leva susto com fogo em lancha

Mais de um mês após sobreviver ao naufrágio de uma lancha da travessia Salvador-Mar Grande que deixou 19 pessoas mortas, o sonoplasta Edvaldo de Almeida levou mais um grande susto em outra embarcação. Ele estava na lancha Costa do Sol 2, que foi atingida por um princípio de incêndio, no início da manhã desta sexta-feira (6).

 

"Eu já estava abalado com a situação [do naufrágio], porque ainda não me recuperei, e agora, com mais essa, é procurar um psicólogo mesmo", disse, após desembarcar no terminal do bairro do Comércio. A lancha em que ele estava nesta sexta saiu do terminal de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, em direção à capital baiana às 6h30.

 

A embarcação pertence a mesma empresa dona da Cavalo Marinho I, envolvida na tragédia ocorrida no mês de agosto. Na ocasião, Edvaldo deu entrevista ao G1 logo depois de ser resgatado e disse que uma onda atingiu a lancha antes da embarcação virar. Ele foi socorrido e chegou ao Terminal Náutico, em Salvador, com outros passageiros. Um vídeo gravado por um dos passageiros mostra o momento do princípio de incêndio.

 

Nesta sexta-feira, Edvaldo e os passageiros relataram que perceberam que o motor da lancha em que estavam começou a pegar fogo cerca de 15 minutos depois do início da travessia. O passageiro que fez as imagens relata, na gravação, que por conta do fogo, quem estava na lancha já começou a colocar coletes. Ele ainda diz que o fogo foi contido com extintores em cerca de 10 minutos e que a lancha teria continuado a viagem com apenas um motor.


Categorias

Acidente




Classificados


Enquete



Mais Lidas