Notícias

Em visita aos Estados Unidos, Bolsonaro afirma: “Trump serve de exemplo para mim”

Em visita aos Estados Unidos, o deputado Jair Bolsonaro (PSC), pré-candidato à Presidência do Brasil, afirmou: "O Donald Trump serve de exemplo para mim". "Sei da distância minha para o Trump, mas, havendo possibilidade, pretendo me aproximar dele para o bem do Brasil e dos Estados Unidos".

 

Bolsonaro também se esforçou para espelhar a ideia de patriotismo do americano, dizendo que pretendia "botar a garotada para cantar o Hino Nacional" nas escolas do país e "pôr um ponto final na doutrinação e sexualização das crianças" no ensino público brasileiro, informa a Folha de S. Paulo.

 

Debaixo de chuva, Bolsonaro desceu do carro num estacionamento vazio em Boston, a segunda parada de sua turnê pelo país. Lá, ele foi direto para um encontro com líderes evangélicos, que o esperavam de mãos dadas, para uma oração, num estúdio fotográfico em cima de uma barbearia de subúrbio. Bolsonaro evitou chamar de ditadura o "período de presidentes militares", dizendo apenas que "houve excessos, porque em guerras morrem inocentes".

 

Ele prometeu nomear um militar para o Ministério da Defesa e disse que convocaria outros membros das Forças Armadas para integrar o governo. Em três horas de conversa com os religiosos de Massachusetts, Estado americano onde vive uma das maiores comunidades brasileiras, o deputado contou que foi a um clube de tiro durante a viagem e defendeu o porte de armas para todos no Brasil, seguindo o exemplo dos EUA, mesmo no rastro do último massacre em Las Vegas.


Categorias

Política




Classificados


Enquete



Mais Lidas