Notícias

Entidades negras criticam fala de ministra dos Direitos Humanos

Um grupo de 15 entidades negras divulgou uma nota com críticas às recentes declarações da ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, que fez uma analogia com a escravidão ao pedir para acumular o seu salário atual com a aposentadoria de desembargadora, o que lhe daria rendimento superior ao teto constitucional.

 

Diante da repercussão, a ministra desistiu do pedido inicial e há, conforme o Estadão, até mesmo ameaça de dirigentes do PSDB, partido ao qual é filiada, de retirá-la do cargo caso não adote o silêncio.

 

O “Convergência Negra” afirmou que, “além de afrontar a dignidade da população negra, a posição da ministra é um atestado da falta de compromisso com o combate ao racismo e com verdadeira cidadania de negros e negras”.

Procurada pela TV Bahia na noite deste sábado (4), a ministra declarou que não comentaria nota. Luislinda disse, porém, que “cada um responderá pelo que for dito”. Bahia.ba


Categorias

Notícias




Classificados


Enquete



Mais Lidas