Notícias

Governo Temer pede e PSDB ameaça tirar Luislinda de ministério

A ministra baiana Luislinda Valois terá de parar de dar declarações caso queira permanecer como titular do Ministério dos Direitos Humanos.

 

A advertência e ameaça vem do partido dela, o PSDB, que foi chamado pelo governo Temer para “enquadrar” a ministra.

 

Valois foi indicada para o cargo pelo senador Aécio Neves (MG), de quem é admiradora, e é próxima do ministro Antonio Imbassahy.

 

Nos últimos dias, a ministra recebeu uma enxurrada de críticas após protocolar documento no qual diz que faz trabalho escravo por não receber R$ 61 mil, soma dos salários de ministra e desembargadora aposentada. Segundo ela, o limite imposto pelo teto constitucional, faz com que receba “apenas” R$ 33,4 mil. Bahia Noticias


Categorias

Notícias




Classificados


Enquete



Mais Lidas