Notícias

Corretora de imóveis achada morta dentro de apartamento é enterrada em Salvador

A corretora de imóveis Janaína Silva de Oliveira, de 42 anos, que foi encontrada morta dentro do apartamento em que morava, no bairro do Barbalho, em Salvador, foi enterrada no final da manhã deste domingo (12). O sepultamento foi realizado no Cemitério Campo Santo, no bairro da Federação, no centro da capital baiana.

 

Dezenas de familiares e amigos da corretora compareceram à cerimônia e prestaram homenagens. Janaína foi achada morta no final da tarde de sexta-feira (10) pela filha de 27 anos. Segundo os relatos de familiares, o corpo da corretora apresentava ferimentos de facadas nas costas.

 

O homem com quem ela tinha um relacionamento há 5 anos é o principal suspeito do crime. Ele é procurado pela polícia. Familiares da corretora de imóveis afirmam que o marido dela era ciumento e que ele agredia a mulher constatemente. Segundo os familiares da corretora, o homem, identificado como Aidilson Viana de Souza, chegou a ser preso há 2 anos por conta das agressões. A filha da vítima é fruto de um outro relacionamento.

 

“Ele [Janaína Silva] era extremamente ciumento. Ela me falava disso. O ciúme dele era doentio. Ela não podia falar com ninguém, ela não podia olhar para o lado. Tinham agressões verbais, muitas, e agressões físicas. Inclusive, ela me mandava fotos com agressões físicas dele, e eu vi pessoalmente como ficava o rosto dela machucado", contou Tukka Moura, prima da vítima.

 

Uma foto divulgada pela família de Janaína Silva de Oliveira mostra a mulher com o olho roxo após ter sofrido uma suposta agressão do suspeito. Eles moravam juntos no apartamento que fica no Edifício Santa Tereza, na Rua Clínio de Jesus, há cerca de 2 anos.


Categorias

Violência




Classificados


Enquete



Mais Lidas