Notícias

Seap ainda não foi notificada para aplicar tornozeleira em Gustavo Ferraz, diz secretário

A Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização da Bahia (Seap) ainda não foi notificada da determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) de aplicar tornozeleira eletrônica em Gustavo Ferraz (PMDB), aliado do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) preso no presídio da Papuda.

 

Ferraz, que também é ex-diretor da Defesa Civil de Salvador (Codesal), está em prisão domiciliar desde o dia 19 de outubro, após decisão do ministro Edson Fachin. Ele foi preso junto com Geddel, por suspeita de ajudar a ocultá-lo os R$ 51 milhões encontrados em um bunker atribuído ao ex-ministro, localizado em um apartamento na capital baiana.

 

Cabe à Seap fornecer o equipamento para monitorar eletronicamente os passos de Ferraz. “Até o momento, nós não fomos notificados pelo Supremo”, informou o titular da Seap, Nestor Duarte, em entrevista ao Bahia Notícias. De acordo com ele, apesar de serem destinadas ao Núcleo de Prisão em Flagrante, as tornozeleiras existentes no estado, cerca de 300, estão disponíveis para serem aplicadas ao ex-chefe da Codesal.


Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas