Notícias

Governo deve fazer alterações na reforma trabalhista por meio de medida provisória

O presidente Michel Temer deve propor ao Congresso Nacional nos próximos dias alterações na reforma trabalhista. De acordo com informações da Folha de S. Paulo, ele deve fazer as mudanças por meio de medida provisória (MP). A expectativa é que o presidente assine o texto até esta quarta-feira (15).

 

No entanto, o Palácio do Planalto quer antes conversar com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que prefere que as mudanças sejam feitas por meio de projeto de lei. "Óbvio que vou pautar o acordo que o presidente fez com o Senado, mas não acho justo; encaminhar por MP enfraquece a lei que foi sancionada", comentou Maia.

 

Um projeto de lei possui tramitação mais lenta no Congresso. O presidente do Senado, Eunício Oliveira considera, por sua vez, que seria "extremamente deselegante" o governo não encaminhar as alterações na reforma trabalhista por meio de MP. "Seria muito ruim para a relação de confiança que precisa ser estabelecida, de harmonia, de independência, mas de confiança e de negociação entre os Poderes", declarou Eunício.


Categorias

Política




Classificados


Enquete



Mais Lidas