Notícias

Prática de comercialização de "boi deitado", ainda existe na Bahia, confira!

Bastante praticada, em Santo Antonio de Jesus e região, antes do surgimento da Empresa Frigosaj  que processa o abate e distribuição de carnes em supermercados do município e região, a comercialização de "boi deitado" era, infelizmente, uma prática danosa neste e outros municípios da região, colocando em risco a saúde da população que, enganada, acabava participando de todo um processo de embuste. Alguns casos eram descobertos a partir de denúncias. Sempre que a ADAB tinha conhecimento, os produtos comercializados eram apreendidos e incinerados.
Mas a comercialização deixou de existir aqui no município, apenas, a partir de uma iniciativa do Ministério Público, através do promotor Julimar Barreto, que exigiu do poder público municipal a adoção de providências que, deveras pudessem "exterminar" esse tipo de comércio. Toda a carne abatida e distribuída no município é egressa da empresa redenciada a esse tipo de serviço. Informações de que, a empresa recebe, constantemente, visita de fiscalização por parte de prepostos da ADAB e vigilância sanitária do município.

"BOI DEITADO"
Essa expressão é bastante conhecida, principalmente, em meio às pessoas que laboram, no dia a dia, com a comercialização de carnes; notadamente, por parte dos "magarefes" (pessoas que cuidam do abate). "Boi deitado" significa dizer que a carne que possa estar sendo comercializada se refira ao aproveitamento da carne de animal que tenha sido encontrado morto há pouco tempo, em face de algum aicidente ocorrido (perna quebrada, etc). Para não gerar prejuízo maior, o proprietário ou outra pessoa que o tenha encontrado, aproveitava a carne, levando-a à comercialização. Ao chegar à feira, era misturada às demais carnes. O consumidor, inadvertidamente, acabava comprando o produto sem saber se estava contaminada ou não. Algumas chegavam, inclusive, a apresentar aparência e odores diferentes.
Mas, infelizmente, em outras regiões, a situação “continua como d`antes, no quartel de Abrantes". Na madrugada desse sábado, 18, por exemplo, mais de uma tonelada de carnes adulteradas foi apreendida numa operação protagonizada pela ADAB (Agência de Defesa Agropecuária da Bahia), na área que dá acesso aos municípios de Santo Amaro, Terra Nova e Teodoro Sampaio. Carnes de boi, carneiro, frango e animais silvestres que estavam sendo transportadas em dois veículos. Três pessoas foram conduzidas à delegacia para prestação de esclarecimentos. Em que pese fiscalização dos órgãos competentes, é sempre de bom alvitre que a população, aqui ou acolá, esteja atenta para que fatos dessa magnitude não voltem a acontecer. Inseção de imagens divulgação google, de forma ilustrativa. Por Antonio Mascarenhas


Categorias

Recôncavo




Classificados


Enquete



Mais Lidas