Notícias

Grupo fortemente armado invade cidade na Bahia, explode banco e faz três reféns

Homens fortemente armados invadiram a cidade de Piatã, na região da Chapada Diamantina, na Bahia, explodiram parte de uma agência bancária e fizeram três reféns, na madrugada de quinta-feira (30). A ação durou cerca de 40 minutos. Os reféns foram três funcionários de um restaurante.

 

Imagens de câmeras de segurança mostram as vítimas no meio da rua, com as mãos para cima, sendo conduzidas pelos bandidos. De acordo com delegado Paulo Henrique Oliveira, titular do município, o caso aconteceu por volta das 0h30, em uma agência do Bradesco segundo o G1.

 

Conforme o delegado, os bandidos chegaram em duas caminhonetes de luxo, uma Hilux e uma S10, e efetuaram vários disparos para cima e na direção de postes. Segundo o delegado, um dos reféns foi colocado no capô de um dos carros e os outros dois na caçamba do segundo veículo. Eles foram liberados a cerca de 4 km do local onde o crime aconteceu, sem ferimentos. O imóvel onde funcionava o estabelecimento bancário ficou destruído.

Parte da agência ficou destruída após explosões (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)

A parte mais atingida foi a dos fundos, onde foram realizadas as explosões. Conforme Paulo Henrique, pelo menos seis homens participaram da ação. Não há informações se os criminosos conseguiram levar dinheiro. Segundo Paulo Henrique, os homens usavam capuz, fuzis e pistolas, além de explosivos. Vários disparos foram feitos no centro da cidade.

 

Por conta dos tiros, o funcionamento da rede de internet no município foi afetado e só foi reestabelecido na tarde desta quinta. Um explosivo que não foi detonado foi deixado em um dos caixas eletrônicos do banco. Uma equipe do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Bope) foi acionada, esteve no local, desativou e removeu o explosivo.

Agência foi periciada e está fechada. Não há previsão de quando o local será reaberto (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)

Unidades da Polícia Militar e da Polícia Civil foram acionadas. Estiveram no local equipes da Rondesp Chapada, PM de Piatã, da delegacia da cidade e da 13ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Seabra). Conforme o delegado Paulo Henrique, um dos carros usados na ação foi achado queimado, na manhã desta quinta, em um povoado de Piatã.

 

Os criminosos conseguiram fugir e, até a publicação desta reportagem, niguém havia sido preso. A agência alvo da ação era a única que oferecia serviço de saque de dinheiro na cidade, segundo informou o delegado. O estabelecimento foi periciado pela Polícia Técnica e está fechado. Não há previsão de quando será reaberto.

Bandidos efetuaram explosões e deram tiros para cima (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)
Há cerca de 5 anos, o outro banco que há na cidade e o correspondente dos Correios suspenderam o serviço de saque, após ação de bandidos. Sem opções de local para sacar dinheiro na cidade, a população de Piatã, que é de cerca de 18 mil habitantes, terá que se deslocar para o município de Seabra, distante cerca de 115 km, para fazer o serviço.

 

Segundo levantamento do Sindicato dos Bancários da Bahia, até esta quinta-feira, foram registrados 68 ataques a postos ou agências bancárias em todo o estado. As ações envolvem arrombamentos, explosões, assaltos, roubos, além de tentativas.


Categorias

Violência




Classificados


Enquete



Mais Lidas