Notícias

Doria diz não ser antagonista a Márcio França e defende prévias do PSDB em SP e no Brasil

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou na terça-feira (13) não assumir uma posição de antagonista ao atual vice-governador paulista, Márcio França (PSB). O socialista é cotado para ser o candidato de Geraldo Alckmin à sucessão no Palácio dos Bandeirantes e Doria também é citado como postulante a disputar o cargo pelo PSB.

 

“Se o vice quiser filiar ao PSDB, não há nenhum mal”, defendeu Doria, em entrevista coletiva durante o Carnaval de Salvador. Doria defendeu que o PSDB realize prévias tanto no plano estadual quanto na disputa federal – o nome dele chegou a ser cogitado para disputar o Palácio do Planalto, porém acabou desidratado ao longo dos últimos meses.

 

“Sou filho das prévias. É bom, é saudável. Defendo que a prévia seja a mesma data em São Paulo e em outros estados”, disse Doria, ao ressaltar não se “apresentar” como candidato ao governo de São Paulo. De passagem por Salvador em companhia do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), o prefeito de São Paulo destacou o “sangue baiano” do pai e relatou ter curtido a folia “antes de surgir o primeiro trio elétrico”.

 

“Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador estão juntas porque Carnaval une Brasil, é maior festa popular do país. E São Paulo é a maior cidade baiana fora da Bahia”, completou Doria segundo informações do Bahia Notícias.


Categorias

Política




Classificados


Enquete



Mais Lidas