Notícias

Feriadão tem queda de 30% no número de acidentes e aumento de 11% no nº de mortes

O feriado da Semana Santa teve uma queda de 30% no número de acidentes nas estradas federais que cortam a Bahia, mas registrou um número de mortes 11% maior que o contabilziado no mesmo período do ano passado. O balanço foi divulgado pela Polícia Rodoviária Federal, que realizou a "Operação Semana Santa" entre quinta (29) e domingo (1º).

 

O número total de acidentes no feriadão desse ano foi de 48, contra 69 no ano passado. Já o número de pessoas mortas subiu de 9 para 10. Os acidentes graves apresentaram redução de 17%, saindo de 18 em 2017 para 15 neste ano. A quantidade de pessoas feridas apresentou retração: foram 47 em 2018 para 58 em 2017.

 

A PRF informou que foram fiscalizados 6.446 veículos e 6.038 pessoas. Destes, 2.077 condutores se submeteram ao teste do etilômetro e 1.644 ocupantes de veículos, sendo motoristas ou não, receberam orientações de educação para o trânsito. As fiscalizações de alcoolemia flagraram 43 pessoas sob efeito da substância na direção de veículos. Já o não uso do cinto de segurança foi observado e notificado 151 vezes no período.

 

Ocupantes de motocicletas sem capacete e crianças sem cadeirinha foram infrações autuadas 31 vezes cada. Ainda de acordo com a PRF, o excesso de velocidade, considerada a infração mais comum, teve 4.064 registros, enquanto as ultrapassagens indevidas foram flagradas 666 vezes. Um dos acidentes graves registrados ocorreu na BR-101, na manhã de sexta-feira (30).

 

Uma criança e a avó dela morreram após o carro em que estavam bater em um caminhão em Conceição do Jacuípe, perto de Feira de Santana. As vítimas tinham saído do estado de São Paulo, para passar o feriado da Semana Santa com parentes em Várzea do Poço, cidade que fica a 320 Km de Salvador. Rosemeire Maria Fonseca, 41 anos, e Kiuane, 4, morreram na hora.

 

De acordo com a PRF, o pai da criança, que conduzia o veículo, contou à polícia que perdeu o controle da direção e bateu na lateral do caminhão que vinha no sentido contrário. Junto com ele estavam a mulher, a sogra e a filha. A PRF informou que, no momento do acidente, chovia forte na BR-101. O motorista do caminhão fugiu sem prestar socorro às vítimas.

 

A suspeita da PRF é de que a criança estava no colo da avó e as duas estavam sem cinto, porque elas foram arremessadas para fora do veículo. As vítimas estariam no banco do passageiro, na frente, que teve a porta arrancada. O corpo da criança foi encontrado cerca de 500 metros do local do acidente. A polícia acredita que ele pode ter ficado preso no caminhão e se soltado mais a frente.

 

Ferida, a mãe da criança foi levada para o Hospital Clériston Andrade, em Feira de Santana. O estado de saúde dela não foi divulgado. O pai e uma segunda criança, que estava no banco de trás do veículo, também chegaram a ir para o hospital, mas não tiveram ferimentos.


Categorias

Acidente




Classificados


Enquete



Mais Lidas