Notícias

Dupla rouba R$ 53 mil de gerente de lotérica e suspeito diz que perdeu dinheiro em rio

Dois homens foram detidos e tiveram pedido de prisão preventiva decretada após assaltarem o gerente de uma casa lotérica na cidade de Ipiaú, sul da Bahia. A dupla roubou um malote com R$ 53 mil e, ao se entregar à polícia, um dos homens disse que perdeu o dinheiro em um rio. Eles serão encaminhados para o Conjunto Penal de Jequié.

 

Em conversa com o delegado Rodrigo Fernando, responsável por investigar o caso, informou que o assalto aconteceu por volta do meio-dia da segunda-feira (9). Segundo o delegado, no momento do crime, o gerente da casa lotérica estava dentro de um carro, e seguia em direção a um banco da cidade para fazer o depósito do valor.

 

Ele foi seguido pela dupla e abordado ao parar em um semáforo. Os homens estavam armados, em uma moto, e levaram o malote com o dinheiro. O assalto foi registrado pelo gerente na delegacia, pouco tempo depois do fato. No mesmo dia, a PM conseguiu prender Josenaldo dos Santos, suspeito de pilotar a moto em que a dupla cometeu o crime. Josenaldo ainda estava em posse do veículo e acabou confessando ter participado do assalto.

 

Ele foi preso em flagrante e detido. Na terça-feira (10), dia seguinte ao roubo, Ernesto Sabino dos Santos se apresentou à polícia e também confessou ter participado do crime. Na ação, ele estava armado e anunciou o assalto ao gerente. De acordo com o delegado, Ernesto esperou passar o auto de prisão em flagrante para procurar a delegacia.

 

À polícia, Ernesto teria dito que fugiu a nado pelo Rio de Contas, que corta as cidades de Ipiaú e Itagibá. Ele disse ainda que teria perdido o malote do dinheiro durante a fuga, após se afogar na correnteza. O delegado Rodrigo Fernando, no entanto, contesta o depoimento do suspeito e afirma que a versão dada por Ernesto não é verdadeira. As investigações da polícia apontam que ele esteve em duas residência antes de se apresentar na delegacia.

 

A polícia suspeita que ele tenha enterrado o dinheiro ou entregado o malote a uma terceira pessoa. As duas versões estão sob investigações e buscas já estão sendo feitas. Enquanto Ernesto prestava depoimento à polícia, o delegado foi ao Ministério Público e solicitou o pedido de prisão preventiva da dupla, que foi acatado.


Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas