Notícias

BA é estado com maior nº de mortes violentas de jovens desde 2009

A Bahia é o estado do país com o maior número de mortes violentas de jovens entre 15 e 29 anos, segundo dados do Atlas da Violência, pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública divulgados nesta terça-feira (5), com base em informações do Ministério da Saúde segundo o G1.

 

Desde 2009, o estado lidera o ranking nacional, em números absolutos de mortes, segundo apontou a pesquisa. Em 2006, 2007 e 2008 quem liderou foi o Rio de Janeiro. Em 2006, conforme o levantamento, o estado contabilizou 1.947 mortes de pessoas entre 15 e 29 anos. Já em 2016, foram contabilizados 4.358 mortes.

 

É um aumento de 123,8% em dez anos. O percentual só fica atrás dos registrados nos estados do Rio Grande do Norte (382,5%), Maranhão (130%) e Acre (128,2%). No ano passado, também em números absolutos, Rio e Minas apareciam na segunda e terceira colocação, respectivamente. Considerando a taxa de homicídios por 100 mil jovens na faixa etária de 15 a 29 anos, a Bahia ficou em quarto lugar no ranking nacional em 2016, com 114,3.

 

O estado ficou atrás de Sergipe (142,7), Rio Grande do Norte (125,6) e Alagoas (122,4). Em dez anos (2006 a 2016), a taxa de homicídios por 100 mil jovens na faixa etária de 15 a 29 anos na Bahia subiu 150,5% -- saiu de 45,6 em 2006 para 114,3 em 2016. O estudo aponta que a maior parte dos jovens mortos é do sexo masculino.

 

Em todo o país, 33.590 jovens foram assassinados em 2016, sendo 94,6% do sexo masculino. Esse número representa um aumento de 7,4% em relação ao ano anterior. A Bahia registrou em 2016 taxa de homicídios de jovens homens de 218,4 por 100 mil jovens de 15 a 19 anos. O estado ficou atrás apenas do Rio Grande do Norte (237,3), Alagoas (240,0) e Sergipe (280,6).

 

Em todo o país, a taxa média de homicídios de jovens homens foi de 122,6 por grupo de 100 mil, em 2016. Em termos de variação da taxa de homicídios de jovens homens, o país apresentou, em 2016, elevação de 8,0% em relação ao ano anterior. A Bahia tem variação de mais de 20% se comparado 2016 com 2015. Na Bahia, a taxa de homicídios por 100 mil jovens homens na faixa etária de 15 a 29 anos de idade foi de 84,1 em 2006 e saltou para 218,4 em 2016 -- variação de 159,8%.


Categorias

Violência




Classificados


Enquete



Mais Lidas