Notícias

'Situação é pior que o pré-1964', diz Jair Bolsonaro sobre decisão de soltar Lula

Para o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL-RJ), a situação do país é "pior do que o período pré-1964" e a decisão de soltar o ex-presidente Lula ajuda a criar clima de instabilidade que poderia levar a uma ruptura. À reportagem, o deputado criticou ainda o aparelhamento das instituições e disse não estar preocupado com o impacto nas eleições.

 

"Nós estamos, eu entendo, num período pior que o pré-1964. Porque a esquerda naquela época não estava tão aparelhada como está hoje. Eles achavam que estavam bem, mas não estavam", afirmou. Segundo Bolsonaro, a soltura do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, em junho, demonstra que os petistas têm alguma "carta na manga".

 

"As instituições estão aparelhadas, isso não é novidade. O Lula e o Zé Dirceu poderiam ter saído do país há muito tempo, se não saíram é porque têm uma carta na manga." Ele diz que mesmo que Lula não seja libertado agora–a decisão do Tribunal Regional da 4ª Região de soltar o petista já foi revogada - "mais cedo ou mais tarde" ele sairá da cadeia. "Por que os presídios estão cheios? Solta todo mundo então", disse Bolsonaro, por telefone.

 

"Eu não estou preocupado com a eleição, estou preocupado com o futuro do Brasil", afirmou, dizendo que, se eleito, está preparado para enfrentar dificuldades com o "aparato" da esquerda.


Categorias

Política




Classificados


Enquete



Mais Lidas