Notícias

Irmão Lázaro diz que seu prazo pessoal se esgotou e abre conversas com o MDB

O deputado federal Irmão Lázaro (PSC) não aceitou o convite da chapa majoritária do DEM para ser candidato a vice-governador e já abriu conversas com outro partido para formar aliança e disputar o Senado da República. Irmão Lázaro confirmou que já conversa com o MDB, que tem o candidato João Santana na cabeça de chapa.

 

“Nunca cogitei a possibilidade [de ser vice]. Quando coloquei meu nome, tinha a perspectiva de ajudar sendo candidato a senador. Ser candidato a vice não é o meu perfil. Acredito que o convite não é simplesmente por um desejo do ex-prefeito Zé Ronaldo, é sim para resolver um problema da chapa chamado Jutahy”.

 

“Isso abre a possibilidade de caminhar com qualquer outra chapa, se infelizmente eu for abortado do projeto de Zé Ronaldo, não devo considerar isso o fim da minha carreira, tenho que continuar. Conversas já existem, mas não existe nada conclusivo. Até porque eu não iria propor uma aliança com João Santana, antes da história estar resolvida [...] São conversas que alegram os dois lados”, pontuou sobre as reuniões com o MDB. Bocão News

 

A questão é há uma briga interna na composição da chapa, já que Jutahy Magalhães Júnior (PSDB), também pré-candidato ao Senado, quer Irmão Lázaro como vice e não o aceita como concorrente. Diante dessa indefinição da sigla, Irmão Lázaro disse que “já está fechando a agenda e não pode ficar parado até o dia 15 de agosto” esperando a definição.

 

O parlamentar afirmou ainda que seu prazo de espera já esgotou, e agora só aguarda o partido. “Meu limite de tempo acabou. Estou no aguardo do partido que deve esperar até próxima sexta-feira”, disse. O deputado e cantor tem agenda cheia para esse mês de julho, com 12 eventos já marcados entre shows e agenda política. As informações são do Bocão News


Categorias

Eleições 2018




Classificados


Enquete



Mais Lidas