Notícias

Para eleger Haddad, Wagner costura 'frente democrática' com Ciro, Marina e FHC

Jaques Wagner (PT-BA) desembarcou em São Paulo para ajudar Fernando Haddad. De acordo com o blog de Bernardo Mello Franco, ex-ministro tenta costurar uma “frente democrática” contra o bolsonarismo. Ele quer unir Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede) e Fernando Henrique no palanque do PT. “Temos que procurar todos os que estão na política e têm responsabilidade com o país”, disse.

 

Wagner faz elogios a FHC. “A construção do país é tijolo por tijolo. O Fernando deu uma bela contribuição ao Brasil. Nós aprendemos a responsabilidade fiscal com ele. É uma coincidência negativa da história que, em vez de ficarem juntos, PT e PSDB tenham polarizado um com o outro. Foram as melhores forças que surgiram no período democrático”, afagou.

 

Ainda segundo o blog, o ex-ministro defende uma guinada no discurso do PT. Pede que o partido adote tom mais conciliador e reconheça erros do passado. “Acho que nunca é demais a gente fazer autocrítica”, apontou. Jaques Wagner também defende o uso do verde e amarelo na campanha, no lugar do vermelho do PT: “A bandeira do Brasil é de todos nós. A gente não pode entregar graciosamente para eles o que é um símbolo do país”.


Categorias

Eleições 2018




Classificados


Enquete



Mais Lidas