Notícias

‘Quem fugiu da disputa com medo de perder o foro foi Wagner’, ataca Paulo Azi

O deputado federal Paulo Azi (DEM) reagiu as declarações feitas por Jaques Wagner (PT) ao prefeito ACM Neto (DEM), durante coletiva realizada na quarta. "Primeiro que quem fugiu da disputa foi Wagner que, convocado pelo presidiário Lula para ser o candidato petista à presidência da República, recusou com medo de perder a eleição, o foro privilegiado e ser preso a qualquer momento", declarou.

 

O ex-governador criticou o apoio de ACMNeto a Bolsonaro: "Um fugiu da eleição e o outro foge do debate". Em resposta, Azi falou que Wagner é “um dos alvos da Lava Jato". "Ele que está sendo investigado por corrupção e ganhou relógios de presente de empreiteiro sustentado pelo contrário milionário da Fonte Nova e outras benesses investigadas”, atacou.

 

"Como ainda não tomou posse como senador, pode ser preso a qualquer momento, como tem acontecido com ex-governador Brasil adentro", afirmou o democrata. Azi disse que o principal projeto político de Wagner como coordenador da campanha de Fernando Haddad (PT) à Presidência é garantir o indulto aos presos na Operação Lava Jato. "O prefeito ACM Neto, ao contrário de Wagner, faz política com seriedade, ética e postura", disse.

 

"Não é denunciado, não responde a qualquer investigação por corrupção e não se corrompeu ou foi corrompido. Aliás, por isso que nós do Democratas nunca poderíamos apoiar este projeto nefasto para o país que é representado por Haddad e pelo PT", declarou o deputado.


Categorias

Eleições 2018




Classificados


Enquete



Mais Lidas