Vídeos

“Nilza sofria constantes ameaças mesmo com medida protetiva”, diz delegada Patrícia Neves

A equipe do Portal Infosaj/TV Recôncavo esteve conversando com a delegada Patrícia Neves do Núcleo de Atendimento à Mulher da 4ª Coorpin onde passou sobre o crime. “Nós estamos ainda no decorrer das investigações, mas o suposto autor de fato é o ex-companheiro da Sr. Nilza. Ele já tinha um histórico de ocorrências registradas de agressões e ameaças por parte da companheira. Em uma dessas ocorrências Nilza pediu medidas protetivas que foram deferidas. O ex-companheiro era obrigado a ficar cem metros de distância da vítima bem como proibido de manter qualquer contato com ela. Infelizmente tivemos essa finalização de mais um crime de feminicídio”, disse a delegada que deu mais detalhes sobre a morte de Nilza e o autor do crime que se encontra foragido.


Categorias

TV Recôncavo




Classificados


Enquete



Mais Lidas