Joilson César/Bnews/Arquivo

O líder do PSD no Senado, Otto Alencar (BA), disse o que pensa sobre o apelo de bolsonaristas por anistia aos envolvidos nos ataques de 8 de janeiro. No Congresso, aliados do presidente Lula (PT) têm feito pressão pelo perdão após o ato realizado na Paulista. “Aquele que agiu contra a democracia, com violência, depredação do patrimônio público, deve responder como qualquer cidadão comum. Não posso anistiar quem atuou daquela forma, quem quis fazer um ato cênico para que o golpe militar pudesse acontecer pelas Forças Armadas”, disse o senador à Folha de São Paulo. Além disso, parte do grupo do presideete disse que o perdão seria encarado como um sinal de reprovação do Congresso ao STF (Supremo Tribunal Federal) especialmente ao relator dos casos, ministro Alexandre de Moraes e defende a continuidade das investigações. BNews