Foto: André Jonsson/OFEC

Enfim, o torcedor do Vitória comemorou o primeiro triunfo fora de casa nesta edição da Série B do Brasileiro. Na 22ª rodada, o Leão venceu o Operário, por 1×0, no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, no Paraná. Em meio a uma crise política, o rubro-negro superou as adversidades extracampo e deu um passo importante neste sábado (4) rumo à reabilitação no campeonato.

A vitória diante do Operário ampliou a invencibilidade do Leão na Série B – agora são seis jogos seguidos sem perder -, mas não tirou a equipe da zona de rebaixamento. O time comandado por Wagner Lopes somou os mesmos 23 pontos do Vila Nova, mas como perde no número de triunfos (quatro contra cinco), ficou na 17ª posição. O adversário goiano é o 16º.

No segundo tempo, o Operário foi para cima do Vitória, inverteu a posse de bola e não economizou nas finalizações. O Leão se fechou e abriu mão de ampliar o marcador ao esperar apenas oportunidades de contra-ataques, mas conseguiu o objetivo ao manter o placar até o apito final.

O jogo

O primeiro ataque com perigo do jogo levou 12 minutos para sair e foi protagonizado pelo Vitória. Marcinho tocou e David chutou forte de fora da área, só que para fora. O Operário reagiu com Marcelo, que também bateu de longe e fez a bola explodir na tave.

Na sequência, Pablo Siles vacilou e perdeu a bola no meio-campo. Thomaz arriscou e exigiu boa apresentação de Lucas Arcanjo, que espalmou para fora. Num repeteco, a meiuca rubro-negra falhou outra vez, Paulo Sérgio bateu e o goleiro do Leão defendeu novamente.

O placar do estádio Germano Krüger só foi modificado perto do intervalo. Aos 39 minutos, um jogador revelado na base do Vitória estreou a rede como profissional. Improvisado na lateral esquerda, o zagueiro Mateus Moraes, de cabeça, colocou o Vitória na frente: 1×0.

No segundo tempo, o Operário tentou igualar o marcador com Chorão. Ele recebeu passe de Djalma Silva e mandou para o gol. A redonda até assustou o goleiro Lucas Arcanjo, mas após desvio saiu pela linha de fundo. A resposta do Vitória saiu após Soares deixar Samuel de cara para o gol, mas ele chutou para fora. A rede não voltou a ser balançada.

Próximo jogo

O elenco do Vitória terá uma semana para trabalhar. O rubro-negro só volta a campo na sexta-feira (10), quando recebe o Remo, às 19h, no Barradão, em jogo válido pela 23ª rodada da Série B do Brasileiro. (Correio da Bahia)