Foto: Julio Cesar/TV Bahia

O delegado José Bezerra, diretor do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) disse que o ataque que matou três pessoas na praia de Jaguaribe, orla de Salvador, aconteceu muito rápido, em torno de um minuto. Os corpos de duas das vítimas serão enterrados nesta quarta-feira (6), na capital baiana.

O ataque aconteceu na tarde de terça (5). Três pessoas morreram e duas ficaram feridas, depois que dois homens chegaram à praia e um deles disparou contra um grupo de amigos. O alvo dos tiros foi o Lucas Santos de Souza, de 27 anos, que morreu ainda no local. Não há detalhes sobre o sepultamento dele.

Também morreram na ação a jovem Juliana Celina da Santana Silva Alcântara, 20, e o adolescente Igor Oliveira Lima Filho, 17. Juliana estava na praia com a mãe, que também foi ferida de raspão e passa bem.

O corpo da jovem será sepultado no Cemitério do Campo Santo, no bairro da Federação, no final desta tarde. Já o corpo do adolescente será enterrado no Cemitério Jardim da Saudade, em Brotas, no início da tarde.

Até a publicação desta reportagem, nenhum suspeito do crime havia sido preso pela polícia. Por enquanto, o delegado Bezerra informou que investiga apenas a ação da dupla, a partir de informações dadas por testemunhas que prestaram depoimentos.

“A princípio, a investigação aponta a presença de dois criminosos. Um deles visivelmente portava arma de fogo. Pelo cenário que nós encontramos no local, somente ele realizou os disparos. O segundo indivíduo estaria possivelmente dando segurança a esse atirador. Essa ação foi muito rápida, em torno de um minuto. Logo após os disparos eles fugiram, segundo consta, fazendo uso de uma motocicleta”, detalhou.

O delegado disse ainda que imagens fornecidas por testemunhas também devem ajudar a identificar os suspeitos. Ele ainda não deu detalhes sobre a motivação para o crime e preferiu não adiantar informações sobre a investigação, para não atrapalhar o caso.

Caso

A situação aconteceu no meio da tarde de terça, em um trecho movimentado da orla da capital baiana. Os dois suspeitos desceram até a areia e dispararam contra um grupo de amigos que estava no local. Durante a ação, várias pessoas que estavam na praia começaram a correr e acabaram sendo baleadas.

O alvo dos ataques era o jovem Lucas Santos de Souza, de 27 anos, que morreu na hora. Na correria, a jovem Juliana Celina da Santana Silva Alcântara, 20 anos, que estava na praia com a mãe, e sentada próxima de Lucas, também foi baleada e morreu no local.

A mãe de Juliana também foi ferida com um tiro de raspão na perna. Ela foi examinada, teve alta e passa bem. A mulher foi atendida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itapuã, para onde também foram levadas outras duas pessoas, baleadas ao tentarem fugir da ação.

Uma dessas pessoas era o adolescente Igor Oliveira Lima Filho, de 17 anos, que não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. A outra vítima socorrida para a UPA é o jovem André Luiz Cunha dos Santos, que está internado no Hospital Geral do Estado (HGE) em estado grave. G1