O prefeito de Salvador e presidente do DEM, ACM Neto (DEM), reclamou do presidente Jair Bolsonaro pela ausência de investimentos e de ações federais na região Nordeste. Para o democrata, no primeiro ano, o chefe do Planalto poderia ter feito mais. “Ele poderia ter olhado para o Nordeste mais do que olhou. Espero que o governo garanta de fato a presença do Nordeste. Ainda existe uma desigualdade regional no Brasil grande e para diminuir esse fosso precisa a presença do governo”, disse em entrevista à rádio Metrópole nesta quinta-feira (23). Questionado se, após a gestão como prefeito, convidado por Bolsonaro para ser ministro aceiteria a missão, o prefeito negou. “Se esse convite fosse feito hoje, não. Com o quadro atual do governo, com a visão atual para as políticas voltadas para o Nordeste, não. Agora eu quero ajudar o País. Espero que em 2020 o governo possa se fazer mais presente no Nordeste. Não faço questão de cargo e posição. Me preparo para sair da prefeitura para ficar sem mandato, mudar o chip e construir uma outra caminhada”. BNews