Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro foi cobrado nesta quarta-feira (5) durante o almoço oferecido a diversas autoridades no Palácio da Alvorada. Ele foi avisado que o fato de não ter ido à sessão de abertura dos trabalhos do Congresso Nacional gerou críticas de parlamentares. “Sua ausência foi sentida na abertura dos trabalhos do Congresso”, afirmou a Bolsonaro o presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), segundo relatos de presentes. A sessão solene que marcou a abertura do ano legislativo foi na última segunda-feira (3). Deputados e senadores voltaram a dar expediente no Congresso nesta segunda, após quase um mês e meio de férias. Bolsonaro também não compareceu à cerimônia de abertura dos trabalhos no Supremo Tribunal Federal (STF), realizada também na segunda. No dia das cerimônias no Congresso e no STF, o presidente viajou para São Paulo, onde cumpriu uma agenda extensa. Alguns parlamentares chegaram a criticar o fato de o presidente ter feito uma transmissão ao vivo em uma rede social num momento próximo à sessão do Congresso. Por Gerson Camarotti