Foto: Alejandro Zambrana/Secom/TSE

O ministro André Mendonça, do Supremo Tribunal Federal (STF), tomou posse nesta última terça-feira (25) como ministro efetivo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele ocupa a vaga de Alexandre de Moraes, que deixou a cadeira no início do mês. Mendonça assumiu uma das três vagas destinadas a ministros do STF na composição da Corte Eleitoral, e permanecerá no cargo durante as eleições municipais deste ano.

A partir do segundo semestre, começa a campanha eleitoral para os prefeitos e vereadores, o que vai aumentar o volume de trabalho do TSE. Um dos desafios da Corte neste ano é lidar com as informações falsas geradas pela Inteligência Artificial. A solenidade foi conduzida pela presidente do TSE, ministra Cármen Lúcia. Tradicionalmente, a sessão não tem discursos. Mas, a ministra deu boas-vindas ao novo efetivo em nome do tribunal.

“Apenas em nome do Tribunal Superior Eleitoral gostaria de dar as boas-vindas ao ministro André Mendonça, um grande jurista, um exímio professor, um juiz do Supremo Tribunal Federal, e agora efetivo deste tribunal, que eu tenho certeza, honrará a cadeira e a Justiça Eleitoral, com todos os compromissos democráticos que ela tem”, afirmou Cármen.

Ao final da primeira sessão de trabalho, Mendonça disse que vai atuar com afinco e dedicação. “Apenas registrar a minha honra de integrar a composição do TSE e da responsabilidade que exercerei, com bastante dedicação e afinco, no exercício da Justiça Eleitoral, representando o Supremo Tribunal Federal, ao mesmo tempo com a responsabilidade de bem encaminhar o exercício sagrado do voto, da democracia e da livre vontade e manifestação dos eleitores””, declarou. G1