Pouco antes de embarcar no bimotor que a levaria para a cidade de Caratinga, no interior de Minas Gerais, Marília Mendonça enviou uma mensagem pelo celular para o pai do seu filho, Murilo Huff, com quem teve um relacionamento de quatro anos. Segundo ele, que também é cantor sertanejo, ela pediu que ele cuidasse de Léo, filho dos dois, que completará dois anos em dezembro.

Momentos depois da mensagem, o avião onde estava a cantora caiu, deixando todos os ocupantes mortos. Além de Marília, o acidente vitimou o tio e produtor da sertaneja, Abiciele Silveira; seu assessor Henrique Ribeiro, 32, além do piloto Geraldo Martins de Medeiros Júnior, de 56 anos, e do copiloto Tarciso Pessoa Viana, de 37.

Murilo usou as redes sociais um dia após “Eu estou perdido. Mas te prometo que eu vou encontrar o caminho e vou cuidar dele, com todas as minhas forças. Assim como você me pediu na última mensagem que me mandou ontem cedo, antes de entrar naquele avião. Vou cuidar dele, vou cuidar da sua mãe, do João, do Deivão, e de todos que você amava, mas vou precisar da sua ajuda aí de cima viu?”, escreveu ele, se referindo ao irmão de Marília, João Gustavo, e ao padrasto, Devyd Fabrício.

Na homenagem, Huff descreveu ainda sua dor com a perda da ex-companheira, com quem mantinha uma forte relação, mesmo após o término do relacionamento. “Sigo aqui, ainda sem palavras, mas já vi que isso não vai passar. Não tão cedo. Você foi sem avisar e deixou um buraco dentro de mim. Um buraco que ninguém nunca vai conseguir tapar. Talvez esse pequenininho correndo aqui na sala me ajude a enfrentar sua falta. Ou talvez ele me faça sentir mais falta ainda, porque ele é sua cara”, desabafou.

Leia o texto de despedida na íntegra:
Sigo aqui, ainda sem palavras, mas já vi que isso não vai passar. Não tão cedo. Você foi sem avisar e deixou um buraco dentro de mim. Um buraco que ninguém nunca vai conseguir tapar. Talvez esse pequenininho correndo aqui na sala me ajude a enfrentar sua falta. Ou talvez ele me faça sentir mais falta ainda, porque ele é sua cara.

Eu não sei. Eu estou perdido. Mas te prometo que eu vou encontrar o caminho e vou cuidar dele, com todas as minhas forças. Assim como você me pediu na última mensagem que me mandou ontem cedo, antes de entrar naquele avião. Vou cuidar dele, vou cuidar da sua mãe, do João, do Deivão, e de todos que você amava, mas vou precisar da sua ajuda aí de cima viu?

Eu juro que queria ter agora pelo menos 1% da força que você sempre teve. Para poder aguentar essa dor. Muito obrigado por compartilhar sua vida comigo nesses quase quatro anos juntos. Muito obrigado por ter me dado o meu maior presente. Muito obrigado por ter me feito feliz. Muito obrigado por ter me ensinado tanto. Muito obrigado por sempre ter acreditado e respeitado o meu sonho. Muito obrigado por ter me amado. Muito obrigado por ter deixado eu te amar. Eu vou te amar pra sempre sua teimosa.