instagram

Após 15 dias do início da tragédia no Rio Grande do Sul, dois filhos de Jair Bolsonaro (PL) chegaram ao estado e rechearam suas redes sociais com vídeos dos locais que visitaram. A movimentação também foi postada nas contas do ex-presidente, que saiu na sexta-feira (17) de uma internação hospitalar. Até então, os integrantes da família Bolsonaro estavam se limitando a atacar o governo Lula nas redes sociais.

Segundo o partido, a ida do vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (PL) e o do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) tem o objetivo de fazer vídeos para redes sociais e aplacar a lembrança da errática e negacionista ação do pai na condução do governo durante a pandemia da Covid-19. Além de tentar mostrar presença em um estado em que Bolsonaro derrotou Lula em 2022 por 56,35% dos votos válidos contra 43,65%.

Carlos, por exemplo, chegou na quinta-feira (16) a Bento Gonçalves, acompanhado do ex-ministro da Comunicação Social de Bolsonaro e hoje seu advogado, Fabio Wajngarten. Na cidade, Bolsonaro teve 76% dos votos contra 24% de Lula. No vídeo postado em suas redes e nas redes do pai, Carlos diz não saber como as pessoas tiram forças para sobreviver em uma situação como aquela e destaca o trabalho de voluntários. “O trabalho dos civis está sendo fundamental para esse primeiro momento de alinhamento e de entendimento do que está acontecendo”, diz Carlos no vídeo.

Já Eduardo foi a Eldorado do Sul, uma das cidades mais atingidas, e deu voltas de jet ski na cidade alagada para mostrar a situação. Em outros vídeos, aparece em um helicóptero levando medicamentos e, em outro, retirando de um caminhão em Porto Alegre caixas de leite ao lado do deputado federal Zucco (PL-RS) e de assessores. “O deputado Eduardo Bolsonaro é um formador de opinião, com uma enorme visibilidade, extremamente necessária para este momento em que precisamos canalizar todos os esforços para salvar vidas e atender os milhares de desabrigados”, disse Zucco.