Foto: Carolina Antunes/PR

Após a cantora pop Anitta anunciar seu apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva Lula (PT) nas eleições, a equipe de campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) acenou ao cantor Roberto Carlos. A informação é da revista Veja.

Segundo a publicação, a equipe de Bolsonaro tenta atratir o apoio do rei por, em 2018, Roberto tê-lo feito, o que à época surpreendeu muita gente, já que ele evita qualquer posicionamento político.

No entanto, quase quatro anos depois, o cantor rejeita qualquer aproximação. Conforme a revista, a ordem dada a pessoas próximas é nem se dar ao trabalho de responder à equipe do presidente.

Ano passado, em Florianópolis, bolsonaristas compartilharam durante uma motociata um vídeo com a música Verde e Amarelo, composta por Roberto em 1985, no fim da ditadura militar. “Não autorizei, não autorizo e não autorizarei”, afirmou através de sua assessoria de imprensa.

Outro sinal de que ele não apoia mais o presidente foi uma declaração dada durante uma coletiva de imprensa em 2020. “Ele está tendo muita dificuldade em realizar o que propôs. Eu torço para o Brasil”, disse à época. BNews