Foto: Feijão Almeida/GOVBA

Durante a assinatura do convênio de cooperação técnica entre a Secretaria de Segurança Pública (SSP) e aplicativo Uber, na quarta-feira, 20, o governador Jerônimo Rodrigues (PT) disse que pretende expandir a tecnologia de segurança para outras plataformas e, inclusive, a mototaxistas e taxistas na Bahia. Inicialmente, a ferramenta ficará restrita a Uber.

“A intenção nossa é de dialogar com outros aplicativos de transporte, é claro que nesse caso aí o banco de dados é da Uber, então a gente não pode explorar respeitando o contrato que nós fizemos, mas eu também quero dialogar com os taxistas e vê uma fórmula de mototaxista também está na lista com esse tipo de proteção”, contou o chefe do Executivo.

De acordo com o governo, o objetivo é oferecer segurança a quem trabalha ou utiliza os transportes por aplicativo. A tecnologia – Rapid SOS -, é um software de emergência da plataforma Uber que passa a ser conectada ao Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) da secretaria. A Bahia é o quinto estado a contar com essa inovação.

Conforme a SSP, tanto motoristas quanto passageiros que estejam em emergências, seja por algum tipo de delito ou acidente, durante as viagens contratadas, poderão acionar o botão “ligar para a polícia”, sendo atendidos pela central 190 e encaminhados para o CICC, proporcionando uma resposta mais rápida e eficiente à chamada. A Tarde