Foto: Marcos Correa/PR

A atriz e ex-secretária especial de Cultura Regina Duarte se retratou, neste último sábado (8), pela divulgação de informações falsas sobre a herança da ex-primeira-dama Marisa Letícia, esposa de Luiz Inácio Lula da Silva – que morreu em fevereiro de 2017. Em publicação nas redes sociais, ela diz que foi “induzida a erro” e faz “sincero pedido de desculpas à memória de D. Marisa Letícia e a sua família”.

A medida atende a determinação da Justiça do Distrito Federal. No mês passado, Regina Duarte foi condenada a se retratar após divulgar que a herança deixada pela ex-primeira dama era de R$ 256 milhões. O número, na verdade, era de R$ 26,2 milhões, mas foi publicado de forma equivocada no inventário

No pedido de desculpas, a ex-secretária de Cultura afirma que, quando descobriu que a informação estava errada, apagou a postagem da rede social. Diz ainda que nunca teve intenção de divulgar informações falsas.

“Quero também esclarecer que se me mantive em silêncio sobre este assunto durante o último ano, foi porque um processo judicial sobre a publicação estava decorrendo. Tive então que aguardar pela sentença que agora foi publicada e que partilharei em sua integralidade na próxima postagem”, diz no texto.

“Enquanto cidadã brasileira e acérrima defensora de um Estado democrático e plural, considero a sentença do Juiz Manuel Eduardo Pedroso Barros paradigmática e exemplar no que remete à defesa da liberdade de expressão e também reveladora sobre o perigo das fake news em nossa sociedade”, continua. G1