Câmara dos Deputados

Depois de muitas trocas de ofensas públicas, a paz parece estar definitivamente selada entre o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (DEM/UB) e o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (sem partido). De acordo com o portal Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias, Maia negocia sua entrada no União Brasil, partido que nascerá da fusão do DEM e do PSL. Os dois se reaproximaram há alguns meses, num jantar organizado por Luiz Henrique Mandetta. Neto e Maia romperam após a decisão do Democratas de adotar neutralidade na eleição para a presidência da Câmara dos Deputados. O parlamentar carioca acusou Neto de traição por que o partido não apoiou a candidatura de Baleia Rossi (MDB) ao cargo. O nome apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), Arthur Lira (PP), levou a disputa. A troca de ofensas levou a expulsão de Maia do DEM em junho. Maia vinha negociando com o PSD, para acompanhar Eduardo Paes e tentar a reeleição como deputado pelo partido. Ainda há chance de Maia ir para o PSD. Segundo o Metrópoles, Maia condiciona a ida para o União Brasil se ele tiver o comando do partido no Rio de Janeiro.