Após seu comentário em sessão da da Câmara Municipal de Jucás, no Ceará desta qúltimauarta-feira (20), ter repercurtido de forma negativa, o vereador Eúde Lucas (PDT-CE) afirmou, através das redes sociais, ter sido mal interpretado. Durante o plenário, o político ofendeu as pessoas portadoras de autismo ao dizer que o transtorno se “cura” com “chibatada”, se referindo a agressões. O parlamentar, que ainda é presidente da casa, se referiu a atriz Letícia Sabatella, que foi diagnosticada com que possuem Transtorno do Espectro Autista (TEA), recentemente e recebeu várias mensagens de apoio. Em nota, Eúde explicou que jamais teve a intenção de ofender ninguém e pediu perdão pela forma equivocada de se expressar.