Foto: Mateus Pereira/Governo do Estado da Bahia/AFP

Depois de fortes chuvas terem deixado um rastro de destruição no sul da Bahia, com mais de 20 mortes, milhares de desabrigados e cidades inteiras alagadas, agora a previsão é de temporais para o Sudeste. Segundo meteorologistas ouvidos pela BBC News Brasil, radares preveem fortes chuvas para os próximos dias nos estados de Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

De acordo com o meteorologista Francisco de Assis, do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), espera-se que as chuvas diminuam na Bahia, norte de Minas Gerais e migrem para regiões mais ao sul. “A partir desta quarta-feira (29/12), a chuva vai se concentrar em Minas Gerais, principalmente na região do Vale Jequitinhonha, Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo. A previsão é que chova de maneira significativa nos próximos dias, inclusive na passagem de ano”, afirmou Assis.

Por conta desse grande volume de chuvas, a expectativa é que as temperaturas também caiam e se mantenham amenas em todo o Sudeste. Segundo o Inmet, a previsão é que os termômetros não passem dos 23°C em São Paulo na sexta-feira (31/12), véspera do Ano Novo, com mínima prevista de 16°C.

De acordo com os meteorologistas ouvidos pela reportagem, a previsão é que chova cerca entre 100 e 200 mm até o próximo domingo (2/1), a mesma quantidade esperada para o mês inteiro de dezembro. Para efeito de comparação, uma das localidades mais atingidas pelas inundações na Bahia, a cidade de Ilhéus, registrou no dia de Natal deste ano mais chuva (136mm) do que o acumulado durante o mês de dezembro inteiro em 2020 (118mm) e em 2018 (131mm). G1