© Fernando Frazão/Agência Brasil

Com a proximidade do verão e debate intenso sobre a alta das temperaturas em todo o país, a prefeitura de Salvador ressalta uma medida que já vale na capital baiana: vai permitir que a população leve sua própria garrafa de água em eventos públicos. Tradicional festa que marca a chegada de um novo ano na capital baiana, o Festival Virada Salvador é o próximo grande evento organizado pela gestão municipal e também terá novidades para hidratação na estrutura da Arena Daniela Mercury, na Orla da Boca do Rio. De acordo com Isaac Edington, presidente da Empresa Salvador Turismo, o evento vai contar com bebedouros e terá uma estratégia revisada pensada para as altas temperaturas.

“Lógico que aquela situação é bem atípica, no caso específico nós que realizamos eventos no espaço público não temos aquele tipo de problema, por exemplo, de restringir a chegada de pessoas com as suas garrafas d’água. Muito pelo contrário, nós estimulamos isso. Claro que quando acontece um fato desse você tem que parar, refletir e ver dentro desse universo, qual é a parte que lhe cabe nisso? O que é que pode ser feito para mitigar esse tipo de problema? Aquilo aconteceu em temperatura extremíssima, realmente uma fatalidade, lógico que provocado também por outros problemas”, disse na manhã desta sexta-feira (24) em referência ao alerta criado após a morte de uma fã da artista Taylor Swift no Rio de Janeiro, que tem como principal suspeita o calor.

“Nós aqui já estamos internamente em alguns eventos. Qual o nosso próximo principal evento que tem uma aglomeração muito grande de pessoas? O Festival da Virada. A gente está antenado nesse assunto, vamos fazer adaptações na nossa comunicação, reforçando que neste evento no Festival da Virada, você não vai ter esse problema, pode trazer a sua garrafa, estimulando isso, inclusive, com comunicação visual ao redor da arena, reforçando isso através da imprensa e através de comunicação, para que as pessoas possam e devem trazer essas garrafas d’água. Vamos tomar algumas atitudes na logística lá do Parque dos Ventos para ter bebedouro público. E tem todo o sistema de venda de água e que não tem aquela limitação. Então não há nenhuma limitação, e estamos estudando que tipo de coisa a gente pode no Carnaval para arrefecer dentro do circuito, mas o fato é que a gente está atento a isso”, acrescentou o presidente da Saltur.

As declarações foram feitas durante a abertura a Expo Carnaval, evento que acontece no Centro de Convenções Salvador (CCS), na Boca do Rio, até o próximo domingo (26). De acordo com a produção, a ideia é promover um encontro da cultura brasileira, com oportunidades de negócios para empreendedores locais e internacionais e, ao mesmo tempo, um espaço para a discussão de questões importantes relacionadas ao Carnaval, cultura, arte e turismo.

Nesta semana o Bahia Notícias mostrou como o setor de eventos da capital baiana está se preparando para possibilidade de hidratação gratuita. A reportagem entrou em contato com as principais produtoras de eventos da capital baiana para entender como o setor se comporta e quais medidas serão adotadas para o verão de 2024.

No último sábado (18), foi editada em caráter de urgência pelo ministro Flávio Dino a nova portaria que garante o acesso aos eventos com garrafas de água, além de disponibilizar bebedouros ou realizar a distribuição de embalagens com água adequada para consumo sem custo adicional para o consumidor. A medida é válida por 120 dias.

Já nesta quarta-feira (22), a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) publicou uma portaria no Diário Oficial da União que obriga a distribuição gratuita de água em eventos feitos em dias de calor, com altas temperaturas. De acordo com o secretário Wadih Damous, o objetivo é proteger a “saúde dos consumidores em shows, festivais e quaisquer eventos, especialmente expostos ao calor”. Bahia Notícias