(Arthur Dallegrave/EC Juventude)

Não foi dessa vez. O Vitória segue sem vencer fora de casa na Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite desta segunda-feira (14), o rubro-negro empatou em 1×1 com o Juventude, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS).

Com o resultado, o Leão perdeu outra chance de colar no G4. Até subiu uma posição na tabela e agora é o 8º colocado, com 14 pontos, mas a 10ª rodada terá sequência na sexta-feira e no sábado.

O jogo começou morno e teve como tônica os vacilos da defesa do Vitória principalmente na saída de bola. O Leão entrou em campo desligado e pagou por isso. O gol do Juventude saiu após Fernando Neto e Leandro Silva se atrapalharem dentro da área. Oportunista, Breno Lopes aproveitou e abriu o placar.

A partida esquentou na etapa final e ganhou ritmo mais acelerado. Nessa pegada, o Vitória chegou ao empate após bela jogada de Marcelinho e Vico. O meia lançou e o atacante fez ótima investida para encontrar a rede e garantir o empate fora de casa.

VACILO NA ÁREA

A primeira oportunidade do jogo foi do Vitória. Logo no minuto inicial, Leandro Silva cruzou e Léo Ceará cabeceou, mas mandou para fora. Aos 21, Breno Lopes mostrou estar com a pontaria mais afiada e ainda contou com uma falha da defesa rubro-negra. Depois que Dalberto tocou dentro da área, Fernando Neto cortou mal, Leandro Silva não afastou e o atacante ficou livre para estufar a rede: 1×0.

O detalhe do lance é que, dois minutos antes, Leandro Silva havia tomado uma pancada na cabeça em choque com Eltinho, do Juventude, e recebeu atendimento médico. Ele voltou para o jogo e, aos 28, já depois da falha que originou o gol, foi substituído por Jonathan Bocão.

A defesa do Vitória estava desligada e na sequência quase entrega mais um gol para o Juventude. Após saída de bola errada com Rafael Carioca e Guilherme Rend, Dalberto bateu cruzado e exigiu bela defesa do goleiro Ronaldo. O rubro-negro reagiu com Gerson Magrão. Primeiro, ele aproveitou uma sobra e chutou de primeira, só que para fora. Depois, quase marcou um gol olímpico, mas o goleiro Marcelo Carné conseguiu defender a cobrança de escanteio.

Apesar das investidas, o Vitória voltou a tomar susto perto do intervalo. A defesa do Vitória falhou mais vez na saída de bola e Capixaba soltou o pé. Com as pontas dos dedos, Ronaldo evitou novamente a ampliação do placar.

O EMPATE

No recomeço do jogo, o Juventude teve nova chance de fazer o segundo gol. Os donos da casa recuperaram a posse de bola no ataque e Bochecha finalizou na rede, só que pelo lado de fora. O Vitória reagiu com Wallace, de cabeça, mas a tentativa do zagueiro parou nas mãos de Marcelo Carné.

O goleiro alviverde, no entanto, não conseguiu levar a melhor aos 16 minutos, quando Marcelinho fez belo lançamento para Vico. O atacante arrancou, deixou o marcador para trás, dominou dentro da área e foi certeiro na saída de Marcelo Carné: 1×1.

Pouco tempo depois, o destaque não foi no ataque rubro-negro, mas sim na defesa, mais precisamente embaixo das traves. Renato Cajá cobrou falta forte e com endereço, mas quem saiu bem na foto foi Ronaldo, que fez a defesa em dois tempos. No finalzinho do jogo, o Juventude teve nova chance de ficar à frente no marcador. Eltinho cruzou na área e Gabriel Novaes, com o gol aberto, mandou para fora.

PRÓXIMO JOGO

Depois de dois jogos fora de casa, o Vitória fará duas partidas seguidas no Barradão. Na 11ª rodada, o rubro-negro receberá o Oeste, no dia 26, às 16h30, no Barradão. Na sequência, no dia 29, o adversário da 12ª rodada é o CSA, às 19h15. O meia Gerson Magrão está fora do jogo contra o Oeste. Ele levou o terceiro cartão amarelo e irá cumprir suspensão. Correio da Bahia