Agência Brasil

Poucos dias após a Petrobrás anunciar aumento de 8,9% no litro do óleo diesel na refinaria, o preço médio do litro combustível nas bombas subiu 2%, de acordo com o levantamento da Agência Nacional de Petróleo (ANP). Foi uma semana marcada por debates sobre maneiras de reduzir os reajustes da gasolina, diesel e gás de botijão. O diesel não era reajustado há 86 dias. A alta do diesel afeta o preço final do produto, uma vez que a maior parte do transporte de carga no Brasil é feito pelas estradas. Além disso, tarifas de ônibus também aumentam. O diesel já subiu 51% este ano, segundo O Globo. Pela pesquisa está custando em média R$ 4,801, mas pode chegar a R$ 6,18 no valor máximo captado pela ANP. O preço da gasolina ficou estável em R$ 6,092 por litro, o mesmo da semana anterior. Porém, é uma trégua depois que o combustível sofrera reajuste por sete semanas seguidas. (Bocao News)