Alan Santos | PR

O YouTube retirou do ar o vídeo em que o pastor Silas Malafaia fazia declarações mentirosas contra a vacinação de crianças. A remoção do vídeo ocorreu na madrugada desta quinta-feira 13. Essa é o segundo revés nas redes sociais sofrido pelo pastor bolsonarista, que lidera uma verdadeira cruzada digital contra a vacinação de crianças de 5 a 11 anos de idade. Na terça-feira 11, após chamar a imunização de ‘infanticídio’, o religioso teve 11 publicações removidas pelo Twitter. Malafaia ainda não se pronunciou sobre a exclusão do vídeo no YouTube. Na terça, após perder as publicações no Twitter, o bolsonarista disse que os internautas e a rede seriam ‘covardes’ e ‘fundamentalistas’.