Foto: Victor Ferreira / EC Vitória

Um ponto somado em quinze possíveis, onze gols sofridos e cinco marcados. Saldo negativo de seis. O Vitória tem o pior início do clube na era dos pontos corridos do Campeonato Brasileiro. O resultado é um time na zona de rebaixamento e sem perspectiva de deixar o Z-4 no curto prazo, já que mais de três pontos separam o Leão do 16º colocado.

Em 2017, o Vitória também largou com apenas um ponto nos cinco primeiros jogos. Mas a atual campanha é ainda pior por causa do saldo de gols (-6 x -5). A boa notícia no meio disso tudo é que, naquela temporada, o Rubro-Negro conseguiu escapar do rebaixamento ao terminar o Brasileirão na 16ª posição.

Vitória após cinco jogos em Brasileiros

Temporada Pontos Posição Como terminou
2003 8 10ª 16ª
2004 10 23ª
2008 7 10ª
2009 9 13ª
2010 5 15ª 17ª
2013 10
2014 5 14ª 17ª
2016 5 13ª 16ª
2017 1 [saldo de -5] 20ª 16ª
2018 4 18ª 19ª
2024 1 [saldo de -6] 18ª

 

Vitória na Série A 2024:

  • Vitória 1 x 0 Palmeiras
  • Vitória 2 x 2 Bahia
  • Cruzeiro 3 x 1 Vitória
  • Vitória 1 x 3 São Paulo
  • Vasco 2 a 1 Vitória

Em 2024 o Vitória disputa a Série A pela 11ª vez nos pontos corridos. No geral, as largadas do time são positivas. Como é possível ver na tabela acima, esta é apenas a terceira vez que o Rubro-Negro completa o quinto jogo na zona de rebaixamento. Por outro lado, também em três oportunidades o Leão chegou a figurar o G-4 depois do quinto compromisso.

O Vitória nunca precisou de mais de seis jogos na Série A para vencer pela primeira vez na competição. Em 2017, ano que também largou com um ponto em 15 possíveis, o Rubro-Negro conquistou o primeiro triunfo justamente na sexta-feira que entrou em campo. Na ocasião, venceu o Atlético-MG por 2 a 0, no Barradão.

Explicações

Para o técnico Léo Condé, a campanha ruim do Vitória neste início de Brasileiro tem como uma das explicações a tabela complicada da equipe, que enfrentou Palmeiras (em casa), Bahia (casa), Cruzeiro (fora de casa), São Paulo (casa) e Vasco (fora).

“A gente sabia do grau de dificuldade da competição. O investimento é menor das equipes que sobem da Série B. A gente também teve tabela um pouco pesada nesse início. Pegamos Palmeiras e São Paulo em casa, o clássico, e saímos para Cruzeiro e Vasco. Não tem jogo fácil, mas é uma tabela um pouco pesada”, disse o técnico Léo Condé.

Ao menos o time tem mais uma partida no Barradão para buscar reabilitação. Neste sábado, o Leão encara o Atlético-GO, às 16h (de Brasília). Vale lembrar que o Rubro-Negro tem um jogo a menos na competição, já que a partida contra o Cuiabá foi adiada.

– A expectativa é virar a chave o quanto antes. É claro que a gente está preocupado, mas estaria mais preocupado se caso a gente estivesse jogando muito abaixo dos adversários. Estamos deixando a desejar em momentos dos jogos. Esperamos agora, retomando, diante do torcedor, contra o Atlético-GO, conseguir a primeira vitória – conclui Condé. Globoesporte