Foto: Victor Ferreira / EC Vitória

Após empatar por 1×1 no jogo de volta, o Vitória conquistou o 30° título do Campeonato Baiano. Além da comemoração depois do apito final, os jogadores rubro negros aproveitaram a conquista para comemorar o título e provocar o Bahia, que não conseguiu reverter o resultado da primeira partida, quando o Leão venceu no Barradão por 3×2.

O primeiro jogador a citar o rival foi Zé Hugo, que também comemorou a conquista do estadual para o Vitória. Vale lembrar que o atacante rubro negro também esteve no elenco que se sagrou campeão da Série B em 2023. “Fazia alguns anos que o Vitória não era campeão, então é para coroar esse grupo de vencedores A gente sempre luta para ganhar, a gente sempre entra nos campeonatos para ser campeão, para vencer. Então é muito importante começar o ano com o pé direito. A gente sabia que ia ser campeão, porque o primeiro jogo foi em casa e o segundo em campo neutro”, disse.

Quem também apareceu para provocar foi o presidente do clube, Fábio Mota. “O melhor time do nordeste hoje é o Esporte Clube Vitória, que é um time de tostão e que ganha do time de milhão”, celebrou.

O mandatário rubro negro também relembrou a gestão à frente do Vitória, quando assumiu a cadeira de presidente na Série C e levou o Leão aos últimos dois títulos da instituição. “É muita emoção mesmo, muita alegria. Hoje é um momento de muita alegria. Depois de seis anos, voltamos a ser campeões. São dois títulos em um ano, vamos reforçar mais ainda essa equipe, para a gente mostrar a nossa qualidade agora no Campeonato Brasileiro. Hoje o dia é noite, a noite é dia”, concluiu.

Entre os jogadores que deram entrevista após o fim de jogo, não poderia faltar aquele que marcou o gol rubro negro no Bavi. Na ocasião, o zagueiro Wagner Leonardo pôde comemorar pela primeira vez um gol na temporada.

“A gente vem trabalhando,sabemos que o título coroou um trabalho que não é de hoje. Coroou que mais uma vez, esse é um grupo vencedor. Quem entra, vai entrar para brigar. Agora a gente tem uma semana para recuperar, porque sabemos que o nosso objetivo é muito maior do que ganhar o campeonato. Sabíamos da importância do título estadual, mas a gente quer dar voos altos nesta temporada”, destacou o xerife do Leão.

Outro que resolveu provocar diretamente o rival foi o volante Rodrigo Andrade, que colocou uma rede de pesca por cima da camisa. Ao ser perguntado sobre o motivo da rede, o jogador disse em tom irônico que era em razão do local de origem. “Como eu sou paraense, lá tem muito rio. Geralmente a gente pesca muito, mas se isso é ofender, a culpa já não é minha”, disse. Correio da Bahia