Marina Ramos/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), tem deixado bem claro a sua irritação com o líder da oposição Carlos Jordy (PL-RJ). As informações são da coluna de Bela Megale, no jornal O Globo. De acordo com a publicação, Lira responsabiliza o deputado bolsonarista por ter vazado informações sobre a operação da Polícia Federal contra Jordy, ocorrido na última semana. O presidente da Câmara atribuiu ao bolsonarista a notícia publicada pelo site Metrópoles, de que não foi avisado previamente pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)Alexandre de Moraes sobre a operação que viria a ser realizada no Congresso. Normalmente, integrantes do Poder Judiciário informam, com pouca antecedência, os presidentes da Câmara e do Senado sobre eventuais operações no Parlamento. Ainda segundo a colunista, aliados de Jordy rebateram as falas de Lira e garantem que o deputado não foi o responsável por vazar a informação. Jordy e parlamentares oposicionistas realizaram uma reunião na manhã desta quarta-feira (24), em Brasília, para discutir sobre operações da PF nas Câmara e no Senado. Lira era esperado na reunião, mas ele avisou que não compareceria por estar em viagem no exterior.