Foto: Vaner Casaes/Alba

A Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) se manifestou sobre a operação El Patron, da Polícia Federal, que teve como alvo o deputado estadual Binho Galinha (Patriota). O ação foi deflagrada em conjunto com a Receita Federal, o Ministério Público da Bahia (MP-BA) e a Força Correcional Integrada FORCE/COGER/SSP/BA, nesta quinta-feira (7).

“A Assembleia Legislativa da Bahia não foi informada, muito menos citada, a respeito da Operação realizada pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (07/12). As investigações estritamente ocorrem no âmbito policial. Caso a ALBA seja notificada ou instada a se pronunciar, o fará de pronto. O Regimento Interno da Casa não prevê nenhum tipo de sanção a parlamentares durante o transcorrer de investigações”, informou a Casa Legislativa.

A operação tem como objetivo desarticular uma organização criminosa especializada na lavagem de capitais advindos de jogo do bicho, agiotagem, receptação qualificada, entre outras infrações penais, atuante em Feira de Santana e cidades circunvizinhas. O deputado é apontado como chefe do esquema. BNews