EC Bahia

A estreia com triunfo no Campeonato Brasileiro deu tranquilidade para Roger Machado e o Bahia na sequência da temporada, mas neste domingo (16), o tricolor tem um novo desafio pela Série A e não pode vacilar. A partir das 16h, o Esquadrão recebe o Red Bull Bragantino, no estádio de Pituaçu, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Se, diante do Coritiba, o Bahia conseguiu quebrar um tabu de 35 anos sem vitórias sobre o clube paranaense na Série A, agora o Esquadrão também tem outro jejum para encerrar.   A última vez em que o Bahia venceu as duas primeiras partidas na Série A foi em 1986. Naquele ano, estreou em casa goleando o Rio Branco-ES por 4×0 e depois bateu o Vasco, por 1×0, fora.

Ou seja, há 34 anos o Esquadrão não consegue embalar dois triunfos logo na abertura do Brasileirão. Por isso, na análise do zagueiro Juninho, o time precisa entrar em campo focado para seguir pontuando e manter uma regularidade no campeonato.

“Isso depende da intensidade que vamos manter em campo. Nenhum jogo do Brasileiro é fácil, a gente torna ele fácil dentro do campo. Temos que entrar atentos para fazer um bom jogo do início ao fim”, analisou o defensor.

Vale lembrar que o duelo contra o Bragantino é válido pela terceira rodada, mas será a segunda partida do tricolor na Série A. O confronto com o Botafogo, pela primeira rodada, acabou adiado por causa da final da Copa do Campeonato Baiano.

Como a primeira vez

No retrospecto geral, Bahia e Bragantino já se enfrentaram 23 vezes, com cinco triunfos do Esquadrão, sete derrotas e 11 empates. Mas o duelo deste domingo vai ser algo meio que inédito. Desde o ano passado, o Bragantino foi adquirido pela empresa austríaca Red Bull.

Assim, o Massa Bruta passou a se chamar Red Bull Bragantino e a combinação da tradicional camisa branca ganhou calção vermelho, o que é característico em todas as equipes da franquia. Na última vez que os dois times estiveram frente a frente, o paulista chamava-se apenas Bragantino e viu o tricolor levou a melhor em um duelo de suma importância para ambos.

O Bahia venceu por 3×2 na partida válida pela 37ª rodada da Série B de 2016, com gol de Renato Cajá aos 43 minutos do segundo tempo. O resultado consolidou o Esquadrão no G4 e rebaixou o Bragantino. O tricolor confirmaria o acesso à Série A na rodada seguinte.

Já pela primeira divisão, o último embate entre as duas equipes aconteceu em 1996. No Brasileirão daquele ano,o volante Lima marcou três vezes na vitória tricolor por 4×2, na Fonte Nova. Messias fez o outro do Esquadrão, e Júnior e Márcio Mexerica diminuíram.

Artilheiro de volta e provável escalação

O time do Bahia que vai enfrentar o Red Bul Bragantino só vai ser divulgado minutos antes do início da partida. A tendência é que Roger Machado mantenha a equipe que iniciou contra o Coritiba, com Daniel e Ronaldo no meio-campo e sem a presença de um centroavante de origem, com Rodriginho de falso 9.

A principal novidade, no entanto, pode ser a presença de Gilberto entre os relacionados. Ele está recuperado da lesão que sofreu no joelho e treinou normalmente no campo durante a semana. Como ainda aprimora a forma física, o atacante não reúne condições de jogar toda a partida, mas deve ganhar alguns minutos em campo durante o segundo tempo.

“Se não aguentar os 90 minutos, pelo menos 45 é possível. Gilberto iniciou a transição no começo da semana e está respondendo. Clinicamente está bem”, atestou o médico Luiz Sapucaia. Gilberto é o atual artilheiro do Bahia na temporada, com sete gols marcados.

O último jogo em que ele esteve em campo foi na vitória contra o Náutico, por 4×1, pela fase de grupos da Copa do Nordeste, em 22 de julho. Foi nessa partida que ele se machucou e passou a desfalcar o tricolor. A provável escalação do Bahia tem: Douglas, Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba; Flávio, Ronaldo e Daniel; Élber, Rodriguinho e Rossi. Correio da Bahia