Com autoridade, o Bahia venceu o Atlético de Alagoinhas por 3 a 0, na quinta-feira (21), na Arena Fonte Nova pelo jogo de ida da semifinal do Campeonato Baiano. Inspirado no dia do aniversário de Lima Sergipano, o Canhão do Fazendão, o lateral Moisés marcou um belo gol em um chutaço do meio da rua, os outros tentos foram de Ramires e Edcarlos, contra.

Com o resultado, o Bahia pode até perder por dois gols de diferença que avança à final do certame estadual. Caso o Carcará vença por três gols de diferença, o confronto será decidido nos pênaltis. Para eliminar o Esquadrão, a equipe de Arnaldo Lira precisa vencer por quatro ou mais gols de vantagem.

O jogo da volta acontece na próxima quarta-feira (27), às 21h30, no Carneirão, em Alagoinhas. Antes disso, o Bahia encara o Salgueiro, no domingo (24), às 18h, na Arena Fonte Nova, pela 7ª rodada da Copa do Nordeste.

O JOGO

A semifinal começou quente, dentro e fora do gramado. Com menos de um minuto de partida, os técnicos Enderson Moreira e Arnaldo Lira discutiram na área reservada aos treinadores. No relvado, Gilberto deixou de calcanhar para Arthur Caíke, que dominou e chutou, mas acabou travado pela zaga do Atlético.

Aos 18, Arthur Caíke abriu para Moisés, o lateral cruzou forte para Gilberto, o centroavante foi travado e a bola sobrou limpa para Ramires que chutou por cima.

Com o Bahia pressionando e sem deixar o Atlético jogar, o técnico Arnaldo Lira surpreendeu e mexeu na equipe com apenas 22 minutos de jogo. O experiente volante Fausto entrou na vaga de Patrik.

Golaço de Moisés

Bahia conseguiu abrir o placar em grande estilo. Aos 36, Arthur Caíke cobrou mal a falta, a bola bateu na barreira e sobrou para Moisés, que do meio da rua, acertou um chutaço no ângulo de Diego. Golaço!

Moisés pegou bem demais na bola | Fotos: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Aos 46, boa troca de passes do Bahia, Douglas Augusto enfiou linda bola para Élber, o camisa sete cruzou rasteiro, mas Gilberto, sem goleiro, não conseguiu empurrar para o gol.

Segundo tempo

Sem assustar em toda a primeira etapa, o Atlético de Alagoinhas voltou do intervalo com outra postura. Aos 7, Vicente cruzou e Peixoto desviou de pé direito para obrigar Douglas a fazer boa defesa. Na cobrança de escanteio, Gabriel Esteves quase marcou olímpico.

Bahia amplia

Aos 15, Arthur Caíke recebeu lançamento e dominou bonito, o camisa 77 do Bahia só rolou para Élber que chutou cruzado, a bola bateu em Edcarlos e entrou. Gol contra.

Aos 33, Artur recebeu na direita, cortou para dentro e chutou forte, mas a bola pegou na rede pelo lado de fora. No lance seguinte, Flávio chegou ao fundo e cruzou, a bola passou pelo goleiro Diego, mas não por Ramires, que só completou para o fundo do gol. (Bahia Notícias)