sec bahia

O estado da Bahia vai receber mais de R$ 3,5 bilhões referentes aos precatórios do antigo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), do período de 1998 a 2007. Os professores que trabalharam durante o período do Fundef serão contemplados com uma parcela dos recursos a serem repassados pelo Estado, tanto aqueles que estão em serviço quanto os aposentados e pensionistas. Esse benefício será concedido por meio de pagamentos na forma de abono. O repasse vai ocorrer após um acordo firmado entre a Procuradoria Geral do Estado (PGE/BA), a Advocacia-Geral da União (AGU) e o Ministério da Educação (MEC). Os valores a serem destinados, após a homologação do acordo pelo STF, terão como destino a implementação de ações voltadas à manutenção e desenvolvimento do ensino fundamental público, além do fomento à valorização do magistério.