Crédito: Letícia Martins/EC Bahia

O Bahia está de volta à liderança do grupo B da Copa do Nordeste. Na noite desta quinta-feira (15), o tricolor se recuperou da derrota para o River-PI, fora de casa, e venceu o América-RN por 3×0, na Fonte Nova.

Em um jogo de ataque contra defesa, o tricolor foi pouco incomodado pelo adversário e começou a construir o triunfo logo no primeiro tempo. O estreante Arias usou a cabeça para abrir o placar, enquanto Caio Alexandre, em bela jogada, ampliou. Na segunda etapa, Ademir fez o terceiro.

O resultado deixa o Bahia com seis pontos no Nordestão. O Esquadrão está empatado com o Fortaleza, mas leva vantagem no saldo de gols. O tricolor dará uma pausa na Copa do Nordeste para focar no Campeonato Baiano. Neste domingo (18), o time enfrenta o Vitória, no Barradão, pelo primeiro Ba-Vi do ano.

DOMÍNIO 

Como já é costume neste início de ano, Rogério Ceni voltou a rodar o elenco e promoveu a estreia do lateral direito Santiago Arias. Lá na frente, o treinador optou por um ataque de maior mobilidade, com Ademir pela direita e Thaciano na função de falso 9. Ceni deixou os centroavantes Everaldo e Oscar Estupiñan entre as opções no banco.

Apesar de não ter uma referência no ataque, o Bahia iniciou a partida explorando o jogo pelas laterais, com muitos cruzamentos para a área. A defesa do potiguar conseguiu neutralizar as primeiras tentativas, mas não demorou para a estratégia tricolor surtir efeito. Aos 23 minutos, Ademir cobrou o escanteio na área e o estreante Arias subiu mais do que os marcadores para mandar para as redes e abrir o placar na Fonte Nova.

Mesmo em desvantagem, o América-RN manteve a postura recuada, com os 11 jogadores atrás do meio-campo. No entanto, o Esquadrão começou a achar espaços. Na falta direta, Cauly obrigou Renan Bragança a fazer grande defesa.

Instantes depois, o mesmo Cauly iniciou a jogada, Caio Alexandre girou sobre o marcador dentro da área e bateu no cantinho para ampliar o placar: Bahia 2×0, aos 32 minutos.

Em um dos raros momentos que tentou sair para o jogo, o América-RN esboçou uma rápida jogada em contra-ataque, mas foi rapidamente desarmado pelo Bahia.

O América-RN voltou do intervalo com o ponta Juliano no lugar do volante Rodriguinho, mas o panorama do jogo seguiu o mesmo da primeira etapa. Sem arriscar a partida, o time do Rio Grande do Norte via o Bahia articular as jogadas.

O terceiro gol quase saiu quando Jean Lucas descolou passe para Ademir. O atacante entrou na área em velocidade e tirou do goleiro, a bola passou na frente do gol e Cauly não conseguiu completar para as redes.

Não demorou e Rogério Ceni precisou fazer a primeira alteração. O lateral esquerdo Ryan saiu machucado e deu lugar para Cicinho, que foi improvisado no setor. O Esquadrão continuou presente no campo ofensivo e a pressão funcionou.

Aos 14 minutos, Everton Ribeiro iniciou a jogada e achou Cauly na entrada da área, o meia deu belo passe para Jean Lucas, que dividiu com o goleiro e viu a bola sobrar limpa para Ademir deixar o dele na Fonte Nova.

Com a fatura liquidada, Ceni aproveitou para rodar o elenco. Jean Lucas, Everton Ribeiro, Cauly e Thaciano saíram para as entradas de Rezende, Yago, Biel e Everaldo, respectivamente. O Esquadrão reduziu o ritmo, mas não perdeu o controle do confronto. Já no final, Biel acertou uma cabeçada, mas o goleiro Renan Bragança se esticou todo e evitou a goleada tricolor. Correio da Bahia