Crédito: Tiago Caldas/EC Bahia

No duelo de número 50 entre Bahia e Bahia de Feira, o tricolor da capital ampliou a vantagem sobre o rival do interior. Neste sábado (27), o Esquadrão bateu o Tremendão 2×0, na Arena Cajueiro, e alcançou o segundo triunfo no Campeonato Baiano.

A vitória tricolor começou a ser construída no primeiro tempo, no belo gol marcado por Jean Lucas. Na segunda etapa, Everaldo aumentou a conta. O resultado deixou o Bahia na liderança do estadual, com sete pontos. O clube pode perder a posição no complemento da rodada.

No retrospecto geral, o Bahia soma agora 31 triunfos contra 11 do time do interior. O próximo compromisso do Esquadrão no Campeonato Baiano será na quarta-feira (31), às 19h15, contra o Barcelona de Ilhéus, na Fonte Nova.

DOMÍNIO 

Rogério Ceni cumpriu o que prometeu após a goleada sobre o Jequié e rodou o elenco. Foram sete mudanças em relação à estreia. Everton Ribeiro e Cauly iniciaram entre os reservas, enquanto Biel apareceu na equipe titular.

Apesar das alterações, o Bahia manteve o seu estilo de jogo e desde o primeiro minuto controlou as ações do duelo. Pautado no pedido de Ceni para ter mais a bola, o tricolor da capital encurralou o xará e criou boas chances para abrir o placar. No chute forte de Ademir, Alan deu rebote nos pés de Everaldo, mas o camisa 9 chutou em cima do goleiro.

O Bahia de Feira optou por marcar em linhas baixas para sair em contra-ataque, mas encontrou dificuldade diante da forte marcação exercida pelo Esquadrão. Não demorou muito e a pressão do Bahia surtiu efeito.

Aos 22 minutos, Biel ganhou a disputa com o marcador e a bola sobrou para Jean Lucas. O volante soltou uma bomba da entrada da área e anotou um golaço.

O Bahia não diminuiu o ritmo após a pressão. Além de construir as jogadas por dentro, a equipe usava o corredor esquerdo, com Biel, Juba e Jean Lucas, para criar lances de perigo. No entanto, o Esquadrão encontrou dificuldades para passar pelo bloqueio do Bahia de Feira.

Os jogadores de frente experimentaram chutes de fora da área, mas o goleiro Alan fez boas defesas e impediu um placar elástico no primeiro tempo.

Diante da pressão sofrida, o Bahia de Feira voltou do intervalo com Arnold no lugar de Emerson. O técnico Oliveira Canindé optou por dobrar a lateral esquerda para ter maior poder de fogo.

O Bahia seguiu com a maior posse de bola e domínio, mas também com dificuldade para criar chances claras. Aos poucos os donos da casa se soltaram e passaram a incomodar. No erro da defesa, Gabriel Xavier perdeu para Vitinho. O atacante saiu de cara com o goleiro Adriel, mas chutou para fora.

Para tentar conter o crescimento do Bahia de Feira, Rogério Ceni mexeu por atacado e colocou Everton Ribeiro, Ryan e Rafael Ratão no jogo. Minutos depois, Everton Ribeiro iniciou a jogada que terminou no chute de Ratão. O goleiro Alan deu rebote e Everaldo mandou para o fundo das redes, ampliando o placar, aos 27 minutos, e garantindo mais uma vitória do tricolor no estadual. Correio da Bahia