Agência Brasil

Alexandre de Moraes determinou a prisão de Allan dos Santos e bolsonaristas ficaram revoltados. Ao longo de quinta-feira (21), muitos se manifestaram no grupo do Telegram do Terça Livre. E um grupo de apoiadores de Bolsonaro planejou o assassinato do ministro do STF. “Bora fazer uma vakinha pra contratar um maluco pra matar o Alexandre e o Barroso. Quem topa?”, escreveu um internauta identificado como Breno Henrique. Ele ainda seguiu revoltado. “Se eu tivesse a grana do véio da Havan, mandava uns 8 matadores de aluguel passar os ministros do STF. É a única solução”, acrescentou. Monique Damares seguiu a mesma linha que Breno. “Vamos invadir aquele prostíbulo. Arrancar eles a pancadaria. Não dá mais gente”, postou. Vale ressaltar que o dono do Terça Livre é integrante do “gabinete do ódio”, que tem como um dos líderes Carlos Bolsonaro. O grupo é conhecido por “assassinar” reputações nas redes sociais. E também incentivar crimes contra opositores.